Às vezes a minha vontade é correr,
Correr até onde eu for capaz e alcançar a margem,
Depois nadar...
Quem sabe?
Atravessar esse oceano que divide o que eu sou do que eu quero ser...
Um oceano que não é só de água tem tanta coisa...
Assim: neste ínterim...
E precisam ser resolvidas para dar possibilidade de que alcance o outro lado.
O fato é que não vou correr até lá pra ficar na beira, olhando o sol se por do lado de lá.
E eu não sei de nada... Nem sei bem como alcançar o outro lado.
Definitivo, definitivo mesmo é meu inesgotável desejo por atravessar...
E quero o que sempre foi meu.
Ta aí oh!!!
Só me esperando...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

3 comentários:

Lena Casas Novas disse...

"As vezes me dá vontade é de fugir para viver uma louca paixão!
Sou uma poetisa simbolista e como tal, esse é meu cantinho tb, tudo haver comigo! Grande beijo Raquel

sotavento disse...

Vim agradecer e retribuir a visita e gostei dessa tua vontade de ser capaz de remar contra a maré!... :)

Paulo Sempre disse...

Beijos, desde Lisboa, Portugal
Aqui deste lado do Oceano.....

Paulo