...Eu e Você...


Em outras épocas eu me refugiei ali...
E estive grande parte do meu tempo tentando descrever o que parecia ser uma urgência e, talvez fosse apenas isto...
Uma necessidade urgente de dizer,
de colocar no universo o que eu precisava soltar...
Fosse por palavras, fotos ou símbolos.

E espero, espero de fato que não se acabe que, esta urgência não dependa tão somente dos momentos de tempestade, mas também da felicidade, da saudade, da alegria cotidiana.
Eu posso tê-la...
Eu mereço tê-la...

A vida.
VIDA!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

13 comentários:

O Profeta disse...

Os pesares dividem as marés
A idade do ouro ainda tarda
Os anos passam como gotas varridas
Por um tempo que retrata o nada


Convido-te a saborear um absinto no meu espaço
pela Taça de Fino Ouro



Mágico beijo

Patty disse...

Que bonito, Raquel!
Acho que são palavras de amadurecimento.
Obrigada pela visita, viu?
Beijos e muita inspiração!

Lia Noronha disse...

Raquel: muito bonitas as suas palavras...buscando sempre..o amor perfeito!
Abraços carinhosos pra vc e obrigada pela visita ao meu Cotidiano.

Paulino Dias disse...

Oi, descobri por acaso este teu cantinho. Gostei imenso dos poemas.

Abraco,
Paulino

Disaster Man disse...

Pois eh....que coincidência...bom 2008...tow sem net...nunca mais fui em sampa...vamos ver se nos vemos pra falar da vida...

deixa a vida me levar...vida leva eu...

em tempos de carnaval...

A sorrir
Eu pretendo levar a vida
Pois chorando
Eu vi a mocidade
Perdida

Fim da tempestade
O sol nascerá
Fim desta saudade
Hei de ter outro alguém apara amar

=)

Betty Branco Martins disse...

___________________minha querida Raquel



_______parabéns pela tua escrita



sentires




do
profundo universo

da




(obrigada pelas tuas palavras)





beijO c/ carinhO

Mr. San disse...

Há que extrair-se, bem lá do fundo. O quê? Só tu podes saber...
Abraços. E que consigas!

poeta matemático disse...

Nham...

É..

Ando falando muito da vida e da morte....

A coisa é asim, tem de ser gritado, jogado, enviado pelos ventos para seguir pelos ares....

Parabéns

Lia Noronha disse...

Abraços de bom começo de fim de semana pra vc diretamente do meu Cotidiano.

Sergio disse...

Olá, Raquel!

Me senti lisojeado com seu convite, se eu morasse em Sampa iria mesmo.
Ou se voce morasse no Rio, já que de 22 a 26 estarei por lá...mas a vida muda em um dia,em um minuto, e pode ser que eu apareça por lá ou mesmo na Espanha.

Um beijo e obrigado

Carol Biavati disse...

Raquel, preciso te dizer que tá lindo esse lugar aqui. Passando pra deixar um abraço!

Carol. =]

Betty Branco Martins disse...

_____________querida Raquel






passei





para
te





deixar_______um





beijO carinhosO

Monstrinha disse...

Quantas vezes eu já senti essa urgência de soltar no universo o que está preso dentro de mim..
Pena que a maioria das vezes não dá!