CASTELOS

Os muros construídos foram caindo ao chão...
Com eles medos...
os sonhos...
viver é correr riscos, constantemente...
e eu não vou temer aquilo que não pode me matar...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

6 comentários:

Jefferson de Souza disse...

Muros que vão abaixo
podem te matar...
Se você estiver sobre eles...

Jefferson de Souza disse...

Raquel qrida... Sabe que eu começo a me preocupar qdo alguém fala que meus poemas são "difíceis"?
Procuro fazer com que a maioria deles tenha um sentido claro. Mas, como vários deles possuem elementos que vêm a ter um determinado significado somente p/ mim, e outro totalmente diferente p/ quem lê --como é normal na maioria das poesias que eu já li--, não fica tão claro assim...
Mas, no caso do último poema meu... Aquele ficou "difícil" pq foi mal-escrito mesmo...

Jefferson de Souza disse...

Bjo p/ vc, qrida!

Te adoro!

siemprellegotarde disse...

o como un castillo donde se refugia la princesa añorando en ser salvada...

Poeta Matemático disse...

Viver é bem mais do que só correr riscos...

É aceitá-los como inevitáveis...

Essa é a única forma segura de compreeder as relações humanas como relações de poder...

E, portanto, moldáveis de acordo com as situações hipotéticas do mundo real..

Cabixe?

Camille disse...

Quando a gente se liberta dos medos, tudo caminha. Boa sorte nos caminhos que você escolher. Beijinhos.