De volta a Margem


"...e aquilo que chamamos de destino saí de dentro da gente, não de fora para dentro."
(Rainer Maria, "Cartas a um jovem poeta" )


A bem da verdade nunca acreditei que existisse um destino previamente traçado,
acredito mas nas pessoas, no poder que o humano tem em si.
Poder perceptível em tantas coisas e tão desprezado quando se trata de outras...
De fato... quando se tratam de sentimentos nós somos tão "esquisitos",
por mais inteligentes que possamos ser, parece que deixamos de pensar.
Enfim, estou cansada de colocar a minha vida na mão alheia... e acreditar pateticamente na possibilidade de um destino construído com pares...
pares que se constroem e se desfazem com a mesma volatilidade de dunas em um deserto.
Como é maravilhosa esta sensação de afastamento, e fazia tempo que não sentia isso...
Estou voltando a viver...
Estou caminhando contente em direção a margem.
E de lá posso ver tudo melhor...
Da margem.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

0 comentários: