::Com quê se faz um mundo melhor::

Não há nada que me chame mais atenção que o diferente,
Interessante porque se para uns o diferente é o que choca, irrita e deve ser mantido a distancia, no meu caso é o que mais me causa desejo de conhecer, de entender, de se aproximar...

Desde menina enquanto as garotas normais queriam bonecas, eu sempre tive o sonho de empinar uma pipa... nem que fosse uma única vez para nunca mais... sonho no sentido de vontade e sonho de fato, sei lá mas tenho pra mim que era pela paisagem que me impressionava...
o céu enorme, num azul sem igual, e o pipa tão pequenininho fazendo aquelas formas que, até hoje não entendo como os meninos conseguem fazer...
hoje é muito normal dizer que é diferente, essa diversidade de modos de vida, de religião e crenças, de raças, de opções de vida, de gostos é algo com o qual eu me maravilho...
eu prefiro isso a mediocridade.

isso tudo é pra dizer que por mais que nós não tenhamos a possibilidade de entender tudo,
por mais que seja difícil pra gente trabalhar com essa diversidade,
por mais que não tenhamos a possibilidade de interiorizar tudo que for novo,
devemos ter ao menos respeito pelo outro, pelo simples fato de que ele também é um ser humano, como eu, como nós...

Por que na verdade todos são como aquelas pipas, num enorme céu uns só estão sentindo o vento, outros se divertindo com mergulhos no infinito, uns grandes outros pequenos, mas todos só querem estar ali...
não é preciso derrubá-los...
o dia que passarmos a amar as pessoas pelo que elas são acredito que deixaremos de cometer barbaridades como hoje infelizmente se vê na tv, nos rádios, nos jornais ou na vida real...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

0 comentários: